Conduta

Técnica de semáforo para ensinar as crianças a regular suas emoções

Técnica de semáforo para ensinar as crianças a regular suas emoções


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

'Siga seu coração, mas leve seu cérebro com você', Alfred Adler, médico. O ser humano foi feito para sentir, não podemos deixar de sentir, é algo que simplesmente acontece em nós de forma permanente. Esta capacidade de sentir inclui emoções expansivas e agradáveis ​​... e também aquelas que nos contraem, nos fazem sofrer e nos levam a sensações fisiológicas por vezes complexas e desagradáveis. Para que as crianças aprendam a regular essas emoções, sugerimos a técnica do semáforo.

Às vezes, os termos 'emoções positivas' são usados ​​de forma didática, para aquelas que achamos agradáveis, e 'emoções negativas', para aquelas que nos incomodam. No entanto, tecnicamente, todos são 'bons' na medida em que têm uma função, servem a um propósito, no sentido mais prático da palavra.

O sentimento nos mobiliza, nos move, nos faz tomar decisões, nos permite tomar consciência…. Por isso, é importante investir no desenvolvimento da inteligência emocional para saber otimizar nossa maravilhosa capacidade de sentir e, acima de tudo, de não tenha medo das emoções que gostamos menos.

A primeira coisa é reconhecer a emoção, diferenciá-la, restringi-la e nomeá-la. O corpo nos ajuda nesta etapa porque as emoções estão alojadas nele e mostram sinais bastante claros se aprendermos a ouvi-los. Eles são especialmente verdadeiros no caso de emoções intensas como frustração, raiva, medo ou ansiedade. Por exemplo, no caso de raiva, esses sinais são:

  • Calor no rosto
  • Tensão nos membros
  • Aceleração cardíaca
  • Respiração pesada

Esses sentimentos serão tímidos no início e se tornarão mais intensos se não prestarmos atenção a eles e implementarmos estratégias de regulação emocional. Tanto que poderiam gerar transbordamento, ocasionando comportamentos destrutivos para si e para os outros.

É importante notar que a emoção, seja ela qual for, não é boa nem má. O que pode ser repreensível é o que fazemos com ele: se eles são comportamentos destrutivos para coisas, outras pessoas e / ou para si mesmo.

Para trabalhar a regulação emocional, existem muitos exercícios que podemos fazer. Aqui nós propomos a técnica do semáforo, que através da imagem familiar de um semáforo facilitará a incorporação de estratégias para o manejo adequado das emoções.

O semáforo tem três etapas distintas:

1. Luz vermelha: STOP
Nosso semáforo ficará vermelho quando reconhecermos que temos uma dessas emoções contrativas, densas ou desagradáveis. É hora de parar, de PARAR. Essa parada nos permite tomar consciência do que estamos sentindo.

Lembremos que, para que isso aconteça, devemos ter uma atenção bem treinada para os sinais que o corpo, por meio de suas sensações, nos transmite. Neste ponto, podemos respirar profundamente algumas vezes.

2. Se o semáforo estiver âmbar: PENSE
O semáforo ficará âmbar quando, parados, conseguirmos pensar na situação, interiorizar por um momento e tomar consciência da melhor forma de responder ao desafio que o que está a acontecer e o que sentimos nos coloca.

3. Com o semáforo verde: ACT
Por fim, o semáforo ficará verde quando, depois de ter parado e pensado, pudermos avançar enfrentando a situação da melhor maneira.

Tendo em mente essas três etapas, pediremos a nosso filho que desenhe e pinte um semáforo com as três cores. Vamos colocá-lo em um local que a criança possa acessar. Assim, quando quisermos que ele esteja atento e regule suas emoções, vamos pedir-lhe que visualize o semáforo que desenhou e percorra as diferentes cores.

Deve ser esclarecido que a regulação emocional não busca anestesia emocional de forma alguma, bloquear, prevenir ou negar qualquer emoção, por mais desagradável que seja. Vamos deixar claro que somos feitos para sentir, que essa qualidade nos define e nos conecta diretamente com a VIDA. Ele procura legitimar a emoção, recebê-la, sustentá-la…. e a partir daí trate-o da melhor maneira.

Não consigo pensar em uma maneira melhor de explicar isso do que recorrer ao poema de Rumi, um poeta sufi dos séculos. XIII, intitulado 'A casa de hóspedes'

O ser humano é uma hospedaria.

Todas as manhãs, um novo recém-chegado.

Uma alegria, uma tristeza, uma maldade

Alguma consciência momentânea chega

Como um visitante inesperado.

Dê as boas-vindas a todos eles!

Mesmo que fossem uma multidão de lamentações,

Que esvazie sua casa com violência

Ainda assim, trate cada convidado com honra

Pode estar criando espaço para você

Para um novo deleite

Para o pensamento escuro, para a vergonha, para a malícia,

Encontre-os na porta rindo

E convide-os a entrar

Seja grato a quem vier

Porque cada um foi enviado

Como um guia do além.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Técnica de semáforo para ensinar as crianças a regular suas emoções, na categoria de Conduta no local.


Vídeo: Como ensinar às crianças a respiração profunda. Educação Emocional Positiva - Miriam Rodrigues (Outubro 2022).