Valores

As 10 principais perguntas que os pais fazem sobre os piolhos

As 10 principais perguntas que os pais fazem sobre os piolhos


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

São muitas as dúvidas e muitos mitos relacionados à prevenção e ao tratamento para eliminar os piolhos e as lêndeas. E é muito normal que essas perguntas assombrem a cabeça dos pais ao perceberem que há piolhos e lêndeas nos cabelos dos filhos.

O que fazer neste momento? Como remover piolhos e lêndeas? Meu filho tem piolhos porque não tem mais higiene? Essas são algumas das muitas dúvidas que os pais nos contam.

1. Como os piolhos se espalham?
Os piolhos não aparecem porque a criança não lava bem a cabeça. Os piolhos aparecem por contágio de uma cabeça infestada para outra saudável, movendo-se rapidamente (e não voando ou pulando como você pensa) ou através do ato de compartilhar objetos como pentes, chapéus, bonés, escovas, roupas, etc.

2. Uma infestação de piolhos pode ser evitada?
Sim. A melhor maneira de prevenir o aparecimento de piolhos é ficar de olho na cabeça das crianças. É importante, especialmente quando ocorre um surto de piolhos na escola da criança, que sua cabeça seja cuidadosamente inspecionada, se possível por meio de uma sonda. Repelentes de piolhos também são muito eficazes nesse aspecto.

3. Como saber se uma criança tem piolhos?
O primeiro sinal que pode nos dizer que a criança tem piolhos é quando a criança reclama continuamente que tem coceira na cabeça e por isso a coça com insistência. O próximo sinal é quando a cabeça é inspecionada e a presença de piolhos e / ou lêndeas é notada.

4. Por que se diz que você deve detectar os piolhos o mais rápido possível?
Os piolhos são muito irritantes porque causam muita coceira na cabeça das crianças. Coçar continuamente pode causar irritação e até inflamação do couro cabeludo. Além disso, se demorar para detectar os piolhos, pode ocorrer uma infestação maciça; quanto mais longa for, mais difícil será para os pais o resultado do tratamento.

5. Se uma criança tiver piolhos e a outra não, que cuidados devo tomar para evitar uma nova infestação de piolhos?
Primeiro, o contato com a cabeça das crianças deve ser evitado. Em seguida, inspecione peças de roupa, bem como toalhas, chapéus, etc., que eles possam ter compartilhado. Sempre que possível, as roupas da criança infestada devem ser lavadas em temperatura acima de 60 graus. Já os brinquedos e bichinhos de pelúcia da criança infestada devem ser lacrados em bolsa por 48 horas. Os piolhos morrerão sufocados. Quanto aos pentes, grampos, escovas, é melhor mergulhá-los em água fervente.

6. A criança tem que parar de ir à escola por causa dos piolhos?
Não há razão para que a criança não possa ir à escola. Terminado o tratamento, a criança pode ir para a escola. É importante que os pais notifiquem a escola sobre o caso de seu filho, para evitar novas infecções.

7. Por que o tratamento deve ser repetido?
É muito importante repetir o tratamento para garantir que todos os piolhos e lêndeas sejam removidos. Uma lêndea pode ter sido deixada na cabeça da criança e isso é o suficiente para mais piolhos eclodirem e se reproduzirem.

8. Quando você pode dizer que o tratamento foi concluído?
Um tratamento é considerado completo quando todas as suas etapas são seguidas. Em geral, os tratamentos consistem em aplicar uma loção (10 a 15 minutos) com tampa, em seguida lavar os cabelos com um shampoo especial (por 3 a 5 minutos) e enxaguar os cabelos. Depois de deixar os cabelos secar ao ar livre, sem secador, use o limpador para remover os piolhos mortos e as lêndeas.

9. Os piolhos são mais freqüentes em meninos ou meninas?
Os piolhos têm preferência pelos cabelos das meninas, não por serem mais compridos, mas pelos jogos que costumam fazer, em que ficam mais próximos e abraçados, e compartilham mais objetos como grampos de cabelo, elásticos, pentes, etc.

10. Por que os piolhos voltam?
Os piolhos podem voltar por dois motivos. Em primeiro lugar, porque o tratamento não foi aplicado como deveria, ou seja, os pais não seguiram à risca tudo o que a bula pedia. Em segundo lugar, porque há crianças que são mais predispostas a ter piolhos devido à composição do sangue. O mesmo acontece com os mosquitos, que atingem mais algumas pessoas do que outras.

Se você quiser saber mais sobre piolhos, preparamos uma série de vídeos sobre piolhos e pediculose com um especialista que lhe dará muitas informações

Você pode ler mais artigos semelhantes a As 10 principais perguntas que os pais fazem sobre os piolhos, na categoria de Piolhos e lêndeas no local.


Vídeo: Psicóloga explica quais sinais podem indicar o abuso sexual infantil (Janeiro 2023).