Valores

Lito, o sapo vaidoso. Histórias infantis para crianças

Lito, o sapo vaidoso. Histórias infantis para crianças


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

En la transparencia de una profunda y tibia laguna, donde se escuchaba la hermosa melodía del vaivén de las aguas, el cantar del viento y el ritmo del caminar de los animales, se encontraba un sapito muy alegre y coquetón, saltando de roca en roca entonando uma canção, Era Lito, o sapo brincalhão.

Todos os dias, quando ele se levantava, dava um mergulho e se empoleirava em uma rocha cantando uma música. "Eu sou um sapinho tão fofo e brincalhão que ninguém me iguala cantando uma música. Que dia lindo! Quem vou conquistar hoje? Ninguém resiste à minha beleza ou à minha inteligência, sou um sapo tão bom que tudo pode, e não precisa de ninguém, mas todos precisam de mim, eu sou o melhor! ”.

O sapinho colocou seu chapéu vermelho na cabeça áspera e um cravo perfumado e, olhando para si mesmo na lagoa transparente, exclamou: Como sou bonita e linda! Que cheiro exalo hoje, todos vão torcer e aplaudir, quando me virem passar! Lito começou sua caminhada pelo campo e encontrou uma borboleta lindamente colorida, a quem olhou com indiferença.

Nina, a borboleta, observou-o sorrir. -Oi Lito! Como você vem bonito e perfumado. "É assim que eu sou", respondeu o sapo sem olhar para ela. Nina, muito coquete, perguntou: -Você gostou da minha nova cor e do brilho que tenho nas asas? Adquiri com a ajuda das flores, do vento e do sol. -Sou linda sem a ajuda de ninguém - respondeu o sapo. A borboleta muito triste e zangada foi embora.

Um verme que olhou para ele com medo gritou para ele: -Lito, você cheira bem hoje! "É assim que eu sou, sozinho", respondeu ele. O pequeno verme trêmulo escondido nas folhas sorriu e se cobriu. Enquanto isso, o sapo muito arrogante com um salto esmagou uma flor indefesa. -Oh! disse a rosa, "tome cuidado, senhor sapo, você me machucou ao pisar em mim."

Como você fica cego com olhos tão grandes. O sapo zangado respondeu: Não sou cego, não gosto de ninguém cruzando meu caminho, não dou favores, todo mundo precisa de mim e eu não preciso de ninguém. "Que sorte você é", disse a rosa. Para ter minha cor, preciso da terra, da água, do sol e do perfume que Deus me deu.

E o sapo, indiferente à dor e às lágrimas da rosa, foi pulando de flor em flor, sem perceber que uma roda-gigante se abriu e caiu no fundo. -Ajuda! Ajuda! Ajude-me, um sapo como eu não deve morrer. A borboleta que o ouvia se aproximou e perguntou: "Quem está aí?" O sapo, aos gritos, disse: "Sou eu, Lito, tira-me deste abismo." -Você pode fazer tudo, pular e pular e vai chegar ao topo - respondeu a borboleta em tom de zombaria.

A rosa que estava ouvindo disse a ele. -Lito pular, pular, você vai chegar à superfície de pulo em pulo, você pode fazer tudo e não precisa de ninguém, senão eu te ajudaria. O sapo, chorando por causa da vaidade e parecendo perdido, gritou com grande esforço. -Ajudem-me por favor! O verme enfiou a cabeça para fora e, mexendo o corpo flácido e fraco, gritou: -Lito, pula, pula, você vai chegar ao topo, você pode fazer tudo, não precisa de ninguém, mostra!

Como o sapo, entristecido e envergonhado, dizia em voz baixa: "Ajude-me, por favor!" Tudo ao mesmo tempo respondeu. "Pule, pule, você vai chegar ao topo, você não precisa de ninguém, ha ha ha", e todos riram do frustrado Lito. O sapo tentou pular novamente, mas de nada adiantou porque o poço era tão fundo que, por mais que saltasse, não chegava à beira.

A borboleta Nina, o verme e a rosa, ao ouvir os gemidos da rã derrotada, sentiu pena dele e ajudou-o a sair. Eu sou um sapinho tão fofo e brincalhão que ele aprendeu uma lição!

FINALIZAR

Esta história foi enviada por Azucena Chena (Espanha)

E se você ou um parente ou amigo escrever histórias infantis, não deixe de enviá-las para: CONTE-NOS UMA HISTÓRIA!

Você pode ler mais artigos semelhantes a Lito, o sapo vaidoso. Histórias infantis para crianças, na categoria Contos infantis no site.


Vídeo: O COELHO SEM ORELHAS - História Infantil (Outubro 2022).